Declaracao de Direitos Humanos

Todos Humanos por uma causa justa: Ao final da IX Conferência Nacional de Direitos Humanos Brasília,representantes dos diversos setores religiosos do Direitos assinaram o seguinte documento: Diferentes religiões ensinam que Declaracao homem foi criado à imagem e semelhança do Criador. Ele próprio, Gandhi, por sua vez, nos ensinou: Seremos dignos das bem-aventuranças? Temos sido misericordiosos e justos?

Até porque quem é maioria aqui pode virar a minoria logo ali na outra esquina. Mais uma vez, a regra de ouro da fraternidade: E as religiões afro-brasileiras têm sido as principais vítimas dessa intolerância. E, no entanto, esses terreiros têm sofrido constantes ataques, em diversos pontos do Brasil.

Para os seguidores da umbanda e do candomblé, é bom repetir, o terreiro é um templo sagrado.

Humanos Quem discrimina assim Direitos seu semelhante comete, além Declaracao intolerância religiosa, outro crime e pecado chamado racismo. Racismo é crime porque assim diz a lei. Quando foram arrancados de sua terra natal, jogados em navios negreiros e escravizados no Brasil, mulheres e homens africanos perderam quase tudo. Mas, para aqueles que discriminam e desrespeitam uma religiosidade simplesmente por ser diferente da sua, parece difícil entender essa verdade Entre o Orun mundo invisível, espiritual e o Aiyê mundo natural existia um grande espelho.

Assim, tudo que estava no Orun se materializava e se mostrava no Aiyê. Ou seja, tudo que estava no mundo espiritual se refletia exatamente no mundo material. Ela passava dias inteiros a pilar inhame.

Mahura correu desesperada para se desculpar com Direitos o Deus Supremo. Portanto, para seguirmos a vontade do Criador, é preciso, antes de tudo, aceitar que Declaracao todos iguais, apesar de link diferenças. O homem acreditava Humanos seu gesto era bom, porque combatia o pecado da idolatria.

E o episódio também mereceu grande cobertura da imprensa. Com certeza, muitos seres humanos. Furthermore, no distinction shall be made on the basis of the political, jurisdictional or international status of the country or territory to which a person belongs, whether it be independent, trust, non-self-governing or under any other limitation of sovereignty.

No one shall be held in slavery or servitude; slavery and the slave trade shall be prohibited in all their forms. All are equal before the law and are entitled without any discrimination to equal protection of the law.

Universal Declaration of Human Rights 2018

All are entitled to equal Humanos against any discrimination in violation of this Declaration Declaracao against Direitos incitement to such discrimination. Everyone has the right to an effective remedy by the Humanos national tribunals for acts violating the fundamental rights granted him by the constitution or by law. Everyone is entitled in full equality to a fair and public hearing by an independent and impartial tribunal, in the determination of his rights and obligations and of any criminal charge against him.

No one shall be subjected to arbitrary interference with his privacy, family, home or correspondence, nor to attacks upon his honour and reputation. Furthermore, no distinction shall be made on the basis of the political, jurisdictional or international status of the country or territory to which a person belongs, whether it be independent, trust, non-self-governing or under any other limitation of sovereignty.

No one shall be held in slavery or servitude; slavery and the slave trade shall be prohibited in all their forms. All are equal before the law and are entitled without any discrimination to equal protection of the law.

Declaração de Salamanca

Humanos All are entitled to equal protection against any discrimination in violation of this Declaration and against any incitement to such discrimination, Declaracao. Everyone has the right to an effective remedy by Humanos competent national tribunals for acts violating the fundamental rights granted him Direitos the constitution or by law. Everyone is more info in full equality to a fair and public hearing by an independent and impartial tribunal, in source determination of his rights and obligations and of any criminal charge against him.

Nor shall a heavier penalty be imposed than the one that was applicable at the time the penal offence was committed. No one shall be subjected to arbitrary interference with his privacy, family, home or correspondence, nor to attacks upon his honour and reputation. Everyone has the right to the protection of the law against such interference or attacks. Toda pessoa tem direito ao respeito da sua honra e ao reconhecimento de sua dignidade.

A lei deve reconhecer iguais direitos tanto aos filhos nascidos fora do casamento, como aos nascidos dentro do casamento. Toda pessoa tem direito a um prenome e aos nomes de seus pais ou ao de um destes. Toda pessoa tem direito ao uso e gozo de seus bens. A lei pode subordinar esse uso e gozo ao interesse social. Artigo 36 - 1.

1 Comentário