O Bullying no Ambiente Escolar: O Caso de Uma Escola Estadual de Ensino Fundamental

Eles chutam, gritam, empurram, batem. Ela conta que as meninas agem dessa maneira porque a expectativa da sociedade é de que sejam boazinhas, dóceis e sempre passivas. O que fazer em sala de aula quando se identifica um caso de bullying? O professor pode identificar os atores do bullying: Claro que existem as brincadeiras entre colegas no ambiente escolar.

Mais de 1,5 milhão de pessoas farão o Encceja em todo o país

Basta que o professor se coloque no lugar da vítima. O apelido é engraçado? Mas como eu me sentiria se fosse chamado assim? Artmed, tel; Qual o papel do professor em conflitos fora da sala de aula?

O professor também é alvo de bullying? Existem comunidades na internet, por exemplo, que homenageiam os docentes. Ninguém nasce violento, torna-se e seria importante saber qual o motivo de tanta agressividade …. Um aluno que tem toda uma tecnologia que ele interage?

UEPG divulga aprovados no Vestibular de Inverno 2017

Embasada pelo texto acima, deste blog, enviei hoje carta à Escola, que reproduzo abaixo:. Meu filho é portador de TDAH. Simoni Lopes click Souza explica que:. O aluno ainda relata que tem sido humilhado pelos professores, que gritam com ele, nem sempre com motivo justo, às vezes apenas por uma pergunta.

A advogada também contempla este ponto, dizendo que:. Reforçando o meu pensamento, a advogada Simoni Lopes de Souza conclui seu texto:. Assim toda a sala foi punida com Zero por conta de alguns alunos. Bom dia Sônia — Minha filha tem 13 anos e estuda em colégio particular Anglo e hoje ela brigou no colégio com uma outra aluna no intervalo. Ela acertou um soco na menina que saiu com o nariz sanguentado, pois outras alunas falaram que a menina estava provocando minha filha.

Só que ninguém do colégio quis saber disso. E os diretores do colégio me chamaram e me comunicou que minha filha seria suspensa por 3 dias, e a menina só 1 dias. Isso ocorre na vida dos adultos também. Se porventura os pais fizeram B.

O e a delegacia chamar vocês, constitua advogado criminal, ok? Pais de alunos puderam entrar na escola para assistir ao evento também e por esse fato e ao fato de que, de acordo com o ECA art.

Bruno, se tiver condições financeiras para constituir um advogado para que ele possa analisar o seu caso e verificar o que pode ser feito me avisa sonia centrodestudos.

Se a escola solicitou que o aluno levasse uma arma de brinquedo na escola, qual o motivo de subtrair o objeto da mochila dos meninos? Era uma peça de teatro? Isso, de certa maneira, afeta toda a sociedade. Seja como agressor, como vítima, ou até espectador, tais ações marcam, deixam cicatrizes imperceptíveis em curto prazo.

Dependendo do nível e intensidade da experiência, causam frustrações e comportamentos desajustados gerando, até mesmo, atitudes sociopatas. As informações, mesmo que distorcidas ou carregadas de sensacionalismo, ganham força com o contributo da mídia, sobretudo televisiva. Assim, as instituições devem ficar atentas a tudo que ocorre em seu interior, a exemplo de relacionamento entre os estudantes: As observações podem evitar que os agressores se revoltem e reproduza os atos contra outros.

Pais violentos podem estar contribuindo para tornar violentos os seus filhos.

Se a Escolar: familiar pode, de alguma forma, agravar os efeitos da violência Uma sobre Estadual crianças e jovens, Bullying, é possível que ele produz consequências muito significativas e imediatas sobre a vida escolar Caso O espectador típico é uma testemunha Escola fatos: Essa atitude passiva ocorre Fundamental medo Ambiente também ser alvo de ataques ou por falta de iniciativa para tomar partido. Se essa criança se conhece e gosta de como é, consegue manifestar sentimentos e pensamentos de maneira equilibrada.

Foi o Ensino aconteceu com Aline, 14 anos. Ela recebia mensagens de uma colega falando que estava gorda. A professora das duas lembra: A escola e os pais só desconfiaram que havia algo de errado porque perceberam uma mudança repentina no comportamento da vítima".

A EM Fernando Tude de Souza, no Rio de Janeiro, por exemplo, atacou o problema com atividades que buscam garantir o bom relacionamento entre os estudantes. De acordo com os especialistas, a escola precisa encarar com seriedade as agressões entre os alunos. Deixar a turma falar: É essencial estabelecer normas e justificar por que devem ser seguidas.

Às vezes, por medo de ser rígidos demais, os educadores deixam os adolescentes soltos. Mas eles nem sempre sabem o que é melhor fazer e precisam de um norte. Alertar para os riscos da tecnologia: Reuniões com pais e encontros com grupos de alunos ajudam a evitar que o problema se instale.

Reconhecer os sinais Identificar as mudanças no comportamento dos alunos ajuda a identificar casos de cyberbullying. É comum as vítimas se queixarem de dores e de falta de vontade de ir à escola. As informações servem de base para discussões sobre como melhorar o quadro. Quando os alunos leem, compartilham histórias e refletem sobre elas, ficam mais comprometidos.

Falar com os envolvidos: Gostaria de usar suas metodologias. Oi Lu, bom dia!

Como surgiu o Bullying?

Você tem alguma atividade sobre a história de Minas Gerais? Se tiver poderia me enviar? Sou estudante de pedagogia e encontrei aqui atividades de histórias para minha AD. Muito legal,gostaria muito de ter todos eles nos meus arquivos.

2 Comentário

  1. Stella:

    M, junto com a Equipe pedagógica.

  2. João:

    Anônimo 31 de março de