A PARTICIPACAO EM UM PROJETO DE LEITURA: UM OLHAR PARA O QUE DIZEM OS ALUNOS

Contar histórias é atividade muito antiga. Assim, o mais importante que o homem acumulou de sua experiência foi sendo comunicado de indivíduo a indivíduo, de povo a povo. Por meio das histórias, principalmente, os meninos se defrontam com situações fictícias e com isso adquirem vivência e referências para montar os seus próprios valores.

source No momento que se trabalha com o que a criança realmente gosta, quando sente que foi preparada especialmente para elas, as chances de se ter uma postura atenta e participativa aumentam muito. Contar histórias é uma arte Ela é o uso simples e harmônico da voz. É preciso que o ato de ler dê prazer. Acredito piamente no dito do evangelho: Contar histórias para crianças desde a mais tenra idade desenvolve o gosto pela leitura e proporciona a aprendizagem de forma prazerosa.

Nesta fase, segundo Priollip. Como diz Fonsecap. De acordo com Stefanip. Diante do tema abordado, Gauthierp.

De acordo com Nogueirap. Ótimo seria se houvesse uma biblioteca integrada ao próprio ambiente escolar. Sem este recurso, pode-se optar por visitas programadas freqüentes à biblioteca do bairro, aos centros culturais.

Todos os membros da Comunidade Escolar. Primeira quinzena de março. Elaborar dois projetos esportivos para elevar a autoestima dos educandos.

Ultima quinzena de maio e primeira quinzena de julho. Todos os membros da Comunidade Escolar. Durante todo ano letivo.

Tecnologias na Educacao: Um olhar reflexivo para o ensino-aprendizagem

Mais pessoas participando das decisões da escola. Membros do Colegiado Escolar. Primeiro bimestre de Colegiado atuante e participativo. Toda a equipe da escola.

Durante o ano letivo de Melhor relacionamento entre Escola e Família. Sócios da APM e membros da comunidade escolar. A cada trimestre de

1 Comentário